Translate

28 de set de 2015

O Hobbit e a Tilogia Senhor dos Anéis - Uma jornada mais que esperada


Sexta- feira passada eu decidi me dar uma folga de todos os compromissos da faculdade e me dedicar única e exclusivamente a leitura do último livro da trilogia O Senhor dos Anéis.
Como eu nunca tinha lido Tolkien e minha experiência com os filmes já estavam bem apagadinha na minha memória eu acabei comprando os 4 livros no final do ano passado, e até abril desse ano eles estavam na estante me olhando feio por ter deixado vários livros cortarem a sua frente na fila.

Decidi então  começar por O Hobbit, não só por ser a ordem cronológica da história mas também por que sempre escutei que ele era uma leitura mais leve e que O Senhor dos anéis, e que esse era muito maçante e cansativo.

É um livro realmente divertido, mesmo com todos os perigos e a ação que o rodeiam, o clima  fica tenso apenas em alguma situações, na maioria das vezes Bilbo torna até essas situações divertidas . A viajem Épica é bem longa e na companhia dos anões e algumas vezes de Gandalf ( que tem o incrível dom de desaparecer ) Bilbo percorre uma longa jornada até a Montanha Solitária.
Só posso dizer que amei ler O Hobbit, que dei boas risadas principalmente na parte em que o Gollum e Bilbo se encontraram.
A leitura é fantástica, os cenários são incrivelmente bem descritos e até o principal vilão - Smalg - chega a ser  mais divertido que o próprio Bilbo. Muita gente não gostou do final da aventura, pela pouca participação dos personagens principais no desfecho, eu ainda assim adorei !!!

A jornada de Bilbo, mesmo com os perigos que ele  correu não chega nem aos pés da desesperadora missão do pobre Frodo.

Com aquele falatório sobre o livros ser difícil e maçante eu acabei deixando para começar depois, costumo deixar as leituras mais difíceis para as férias e tal. Mas não resisti, uma saudade enorme da narrativa de Tolkien se abateu sobre mim e então fiz a sábia escolha de me enredar pela incrível jornada de Frodo e da Sociedade do Anel. 

Mas que livro é esse ???
Os personagens são todos incríveis, fica até difícil de escolher um favorito !!

Acho que em meio a tantos personagens, o próprio Frodo fica meio apagado, deixando em evidência apenas o seu sofrimento em carregar um fardo tão pesado.

O Amor de Sam pelo seu mestre é tão grande e demonstrado em tantos momentos que acabei amando Sam com a mesma proporção, seus inúmeros sacrifícios e sua disposição para acompanhar o amigo até na hora da morte é contagiante. Uma personagem que ao mesmo tempo esta disposto a morrer mas não está disposto a abandonar um pônei ou as suas preciosas panelas!!

Falando em precioso, eu adoro o pobre e traiçoeiro Gollum, com todas as suas inquietações internas e seus comentários sarcásticos, a sua participação na história é fundamental, sem ele tudo seria trágico e solene de mais, o personagem mentalmente desajustado causou boas cenas de humor.




Adoro Aragorn por motivos de - Ah esse homem <3



Metade desses marcadores são de partes da Éowin, é muito amor
*.*
Outra personagem que me marcou bastante nessa jornada foi Éowin, com sua luta desesperada para conquistar um lugar de glória e respeito que por muitos e muitos séculos foi ( e ainda é muitas vezes) negado as mulheres. Em algum momento a personagem Gandalf inclusive diz algo como :Não a julguem por querer garantir seu lugar em toda essa história. Achei essa participação feminina fantástica, já que os livros de Tolkien em geral me pareceram desfalcados nesse quesito.



Então  avancei na leitura e  percebi que não possui nada de maçante, é realmente bastante descritivo, e não poderia ser de outra forma, como poderíamos nos desesperar com um fim de uma terra e de um povo que não conhecemos, da qual nada sabemos das qualidades, das belezas e das características de seus povos? Toda essa descrição nos faz criar laços emocionais fortes que garantem ou pelo menos garantiram para mim, um enorme desespero todas as vezes em que o fim de tudo aquilo poderia acontecer de fato.


As guerras ( e as cenas de ação de uma maneira geral )  nesses três livros são tão incríveis e envolvem tanta coisa que não tive aquele desespero de perceber que duravam paginas e paginas ( como tive ao ler God Of War por exemplo, onde os combates aconteciam a todos momento), cada parte do livro tem um propósito e cada personagem desempenha um papel fundamental no desfecho.


Terminar o senhor dos anéis é como viver realmente o final de uma Era. Diferente do final otimista e do clima divertido do desfecho de O Hobbit, O Senhor dos Anéis é muito mais conclusivo, solene, traz  uma sensação de nostalgia  e de perda muito grande.
É uma história que todos deveriam ler, assistir, ouvir e até cantar, afinal o próprio livro é cheio de canções.

Como não sonhar, como não viver nitidamente a experiência de todos os personagem tão amados ?? O livro só será maçante se você não usar a imaginação.

Não me sinto  muito apta a falar desse grande clássico, mas como vocês podem perceber por todos esses pontos de exclamação eu simplesmente amei lê-lo!!!







Nenhum comentário:

Postar um comentário